top of page

Após ASDEP apresentar pleito salarial da classe, Secretária promete nova reunião com técnicos

Atualizado: 24 de nov. de 2023



“O que nos traz hoje aqui é exclusivamente a questão remuneratória e precisamos evoluir nesse assunto”. Assim o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Rs (ASDEP), Delegado Guilherme Wondracek, iniciou a reunião com a Secretária Estadual do Planejamento, Danielle Calazans. A audiência desta quinta-feira (16/11), à tarde, foi a primeira para discutir objetivamente a recuperação das perdas salariais da classe de delegadas e delegados do RS. No encontro, após receber os estudos da entidade e ouvir o detalhadamente do pleito, a Secretária do Planejamento assegurou novo encontro em até 15 dias, quando deve ocorrer outra reunião, mais técnica sobre a questão.



“Estamos pleiteando a recuperação das perdas salariais. Como vamos fazer isso não sabemos. Mas queremos a atenção do Governo nesse tema. Queremos e precisamos evoluir e ter um tratamento isonômico com as demais carreiras típicas de estado”, destacou o presidente da ASDEP.


Em sua fala, a secretária Danielle Calazans afirmou que pretende detalhar a demanda dos Delegados para ter condições de evoluir.



“Quero estar com tudo pronto e tabulado para resolver essa questão.Temos disposição e vamos estudar possibilidades de como atender os pleitos da classe dos Delegados e Delegadas”, afirmou a titular do Planejamento.


O encontro também contou com a presença  do Vice-Presidente da ASDEP, Delegado Thiago Albeche, do 2º Vice-Presidente Administrativo, Delegado Joerberth Nunes, e da 2ª Vice-Presidente Financeira da ASDEP, Delegada Marina Machado Dillenburg.



Na última semana, como um voto de confiança dado ao Governo Eduardo Leite, Delegadas e Delegados do Rio Grande do Sul decidiram suspender o silêncio e a medida que paralisou fornecimento de dados, divulgação de operações e concessão de entrevistas. A decisão foi tomada em Assembleia Geral da classe, nesta segunda-feira (13/11), no início da noite. A decisão ocorre após o Governo ter recebido a ASDEP e aceitado iniciar negociação sobre recomposição das perdas salariais.


“É um voto de confiança. Iniciamos nossa mobilização e o Governo parece que entendeu e nos recebeu, criou um canal de diálogo. Agora, se as negociações não evoluírem novas medidas e mais drásticas serão tomadas”, salientou o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do RS, Delegado Guilherme Wondracek.


No dia 9 de novembro, após mais de duas horas de conversa com entidades que representam os servidores da Polícia Civil, o Governo do Estado comprometeu-se a criar uma mesa de negociação para estabelecer um cronograma de reajuste salarial. O compromisso foi firmado pelo  Chefe da Casa Civil, Arthur Lemos, em reunião com a ASDEP.

581 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page