top of page

Delegados candidatos à Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa apresentam suas propostas

Atualizado: 16 de set. de 2022

A Associação dos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul (ASDEP) recepcionou na noite desta segunda-feira (12) os Delegados candidatos à Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa do RS. O presidente em exercício da ASDEP, Delegado José Carlos Weber, deu as boas-vindas aos colegas e destacou a importância da categoria eleger seus representantes nos parlamentos. Na ocasião, os candidatos relataram suas trajetórias profissionais e apresentaram suas propostas.

O candidato a deputado federal, Delegado Fernando Soares (PL), reiterou a importância da união da categoria nesta eleição e, de fato, ter representatividade na Câmara dos Deputados e no Legislativo estadual. "Gostaria de alertar os colegas para a importância de pautas relevantes como as Reformas Administrativa, do Código Penal e da Polícia Civil, as quais temos de nos posicionar. A hora agora é de elegermos representantes comprometidos com as nossas causas e em quem efetivamente possamos contar", disse ele, defendendo a unidade e fortalecimento da categoria.

Também postulante a uma vaga na Câmara dos Deputados, o Delegado Heliomar Franco (União) fez um retrospecto da sua trajetória na Polícia Civil e relatou seu ingresso na política. "Já me candidatei em eleições passadas por acreditar que por meio da política poderemos fazer as mudanças necessárias. Agora me coloco à disposição como deputado federal para que tenhamos a possibilidade de apresentarmos projetos de leis que propiciem uma segurança pública de qualidade. Sabemos da respeitabilidade da nossa PC e da sua forte atuação na repressão aos crimes. Diante disso, peço aos colegas que votem em um de nós para que sejamos seus representantes e possamos fazer as mudanças necessárias de quem conhece as nossas necessidades", declarou.

Primeiro candidato à Assembleia Legislativa a se pronunciar, o Delegado João Carlos Diogo (PSD) também ressaltou a relevância do momento em expor suas propostas aos colegas delegados. Ele destacou sua trajetória na Polícia Civil, em diversas delegacias e departamentos, bem como no serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança da Capital. "Sempre estive na linha de frente, mas também tenho muito orgulho de atuar como professor na academia de Polícia e colaborar na formação de colegas. Desta forma, sei o que podemos fazer de melhor na área de segurança pública. E hoje sabemos que o crime organizado está tomando conta das nossas cidades e temos de nos fortalecer. É um trabalho do bem contra o mal, e para fazer esse enfrentamento de combate à criminalidade apresento 20 propostas que deixarei por escrito na ASDEP para os colegas", disse.

A Delegada Márcia Scherer (MDB) iniciou sua apresentação com um reconhecimento público aos colegas. “Sou o que sou por causa dos colegas, muitos professores aqui emprestam seus conhecimentos, seus esforços, para nos dar dignidade”, disse ela, assegurando a todos o orgulho da profissão. “Eu bato no peito com orgulho e digo que sou delegada de Polícia”. Antes disso, porém, lembrou que foi vereadora, quando iniciou sua caminhada no Vale do Taquari. “O centro é o lugar de democracia e eu sei o quanto a polícia é esforçada e luta pela democracia. Antes de tudo, eu sou delegada e jamais darei as costas para a nossa instituição. Este é um compromisso meu como deputada e minha luta interna será pelas categorias. Serei sim a defensora da Polícia Civil, dos delegados e dos agentes. Sabemos que hoje o RS está em recuperação e precisamos avançar para a PC no interior, as promoções devem ser justas, os recursos distribuídos de forma equitativa e nossos policiais precisam trabalhar em condições adequadas”, ressaltou.



A Delegada também alertou ao fato de que o crime se organiza. “Por isso temos de ser vigilantes e dedicarmos todos nosso esforço no combate à criminalidade. Quero estar sempre junto da ASDEP, pois é ela que tem a legitimidade para nos representar. Por isso também faço um apelo sincero para que os colegas depositem seus votos nos nossos delegados para que possamos fazer frente contra a criminalidade. Para uma Polícia forte e delegados bem remunerados precisamos de vozes fortes na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados”, assegurou. Última candidata a se apresentar, seguindo a ordem alfabética, a Delegada Nadine Anflor (PSDB) declarou ser uma estreante na política, porém sua caminhada na Polícia Civil demonstra experiência e vontade em continuar servindo à sociedade. “Há cinco meses iniciei essa nova jornada. Fui procurada por oito partidos e hoje aceitei esse desafio para continuar servindo e batalhando por uma polícia de Estado e não de governo, pela valorização dos servidores públicos. E aqui todos me conhecem e sabem como eu sou nos espaços de decisão e da minha disponibilidade em construir pontes. Por isso, estarei lá na Assembleia representando os delegados e policiais civis e acredito que seja uma obrigação nossa votarmos em colegas. Temos de remar no mesmo sentido. ”, declarou ela.

Ex-chefe da Polícia Civil e ex-presidente da ASDEP, a Delegada Nadine reforçou a importância da união da categoria. “Nesse 20 anos como delegada de Polícia sempre fui procurada para ajudar, pois agora sou eu quem precisa contar com essa força política para transformar o necessário, com a cara e coragem e muita sola de sapato, estou percorrendo nossos estado e pedindo humildemente cada voto para que eu possa ser uma das nossas vozes na Assembleia Legislativa”, afirmou ela, reiterando o orgulho de ser uma delegada de Polícia e a certeza de que sempre trabalhará pela valorização da categoria. Ao final do encontro, o presidente da ASDEP fez um apelo para que os delegados votem nos colegas. “Hoje faço essa referência histórica para embasar a necessidade de escolhermos nossos representantes nos parlamentos. Fui testemunha do esforço e dedicação do Delegado Wilson Müller na revisão constitucional de 1987. Naquele episódio, contamos com o apoio também do Delegado João de Deus e hoje, mais do que nunca, precisamos dessa representatividade em prol das necessidades da nossa carreira e da PC”, disse ele, cumprimentando os colegas pela coragem e a vontade de trabalhar para que a Polícia cresce cada vez mais e, ainda, agradeceu a presença dos colegas delegados por prestigiarem o encontro.





57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page