top of page

Ex-governador Tarso Genro defende criação do Ministério da Segurança durante homenagem na ASDEP



O ex-governador e ex-ministro Tarso Genro defendeu a criação do Ministério da Segurança como forma de combater o crime organizado de forma integrada no País. Na noite desta quarta-feira (18/10), o ex-governador recebeu o título de sócio honorário da Associação dos Delegados de Polícia do RS (ASDEP), em evento concorrido na sede da entidade, em Porto Alegre.



“Precisamos de uma visão nova da segurança pública que é demandada nos dias de hoje. Aqui no Rio Grande do Sul nós temos uma polícia republicana. Temos os melhores policiais do Brasil. Eu conheço as polícias desse País em profundidade e tenho condições de fazer essa afirmativa. Não se trata de elogio de ocasião. O ministério de segurança pública vai permitir uma relação continental entre estados, fazendo com que as normas legais sejam obedecidas”, defendeu.



Antes de entregar a placa e o distintivo da polícia, o presidente da ASDEP, Delegado Guilherme Wondracek, enumerou as conquistas dos servidores da segurança pública à época do Governo Tarso Genro como helicóptero, a Lei Orgânica das Polícias Civis (encaminhada quando Ministro da Justiça), treinamento, promoções, garantia de aposentadoria com integralidade e paridade e, principalmente, o reajuste salarial.



“O Governador Tarso Genro é unanimidade entre os que trabalham na segurança pública. É unanimidade entre os delegados, mesmo entre os de matizes políticas distintas e que não externam. Mesmo esses são gratos. Depois do Governador Collares, os demais governadores esqueceram os servidores da segurança pública. Só depois, com o Governador Tarso Genro, houve valorização digna dos servidores da segurança pública. Hoje, não sabemos nem quando nem se haverá diálogo e valorização digna. Então, Governador, nós da segurança pública, queremos agradecer a lealdade do senhor para conosco. Naquela época, o senhor prometeu sermos a polícia mais bem paga do País e assim o fez. Infelizmente, os governos que o sucederam não entenderam da mesma forma. Portanto, nada mais justo que entregar o título de sócio honorário da ASDEP”, salientou o presidente Wondracek.

813 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page