top of page

Sem conseguir avançar na negociação salarial com Governo, Delegadas e Delegados retomam silêncio


Após realizar reunião na Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), nesta quarta-feira (20/12) à tarde, e não conseguir sequer iniciar uma negociação de valorização salarial, Delegadas e Delegados decidiram por unanimidade em Assembleia da classe, ainda na noite desta quarta, retomar a medida de silêncio e cessar a divulgação de dados e entrevistas para imprensa a partir desta quinta-feira (21/12). A ASDEP anuncia ainda que Delegados e Delegadas que não cumprirem a medida aprovada em Assembleia serão submetidos ao Conselho de Ética da entidade.


“Nós esperávamos uma reunião mais propositiva junto à SPGG, mas não conseguimos nenhum avanço concreto para trazer para nosso associado. Desse modo, colocamos essas questões para a Assembleia Geral,  que decidiu retomar a mobilização, pois é preciso avançar e receber efetiva consideração por parte do Governo, a exemplo de outras carreiras típicas de Estado” destacou o Vice-Presidente da ASDEP, Delegado Thiago Albeche.



Recentemente, diante das reivindicações salariais da classe de Delegadas e Delegados, a ASDEP promoveu uma série de reuniões com parlamentares e com o Secretário da Segurança Pública (SSP).


Nesta quarta-feira (20/12), participaram da reunião na SPGG o Vice-Presidente da ASDEP, Delegado Thiago Albeche, 1ª Vice-Presidente Administrativa, Delegada Silvia Coccaro de Souza, 2º Vice-Presidente Administrativo, Delegado Joerberth Nunes, e a 2ª Vice-Presidente Financeira da ASDEP, Delegada Marina Dillenburg.


“A questão remuneratória tem preocupado e afligido muito nossos associados. Precisamos avançar nisso. Precisamos evoluir nesse assunto”, disse o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Rs (ASDEP), Delegado Guilherme Wondracek.


A ASDEP já teve dois encontros anteriores na SPGG, sendo uma delas com a titular da pasta, Danielle Calazans, e uma reunião com o Chefe da Casa Civil, Artur Lemos.

2.242 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page